Siga o Portal do Holanda
Erros, omissões e 'transparência' do governo Wilson Lima

Erros, omissões e 'transparência' do governo Wilson Lima

Publicado

em

Não há nada de clandestino no governo Wilson Lima. Há, sim,  tentativa recorrente de legitimar situações  ambíguas, nas quais convivem dois mundos: o da ousadia e o da dissimulação.  Não há farsa,  há  uma franqueza ingênua e perigosa.

No caso dos ventiladores pulmonares, por exemplo, o governador aparece revelando seus pecados: ”EU fiz, EU determinei”, e outros Eus que o colocaram no centro daquilo que os delegados federais que assinam a peça acusatória o  apontam como sendo o chefe de uma “Organização Criminosa”.

Há um  trecho na acusação  onde os delegados transcrevem  mensagem de Whatsapp de alto funcionário do governo para uma diretora de compras, requisitando a sua assinatura .  O que ele diz é de uma ingenuidade que não pode ser atribuída a uma ORCRIM, mas a um Grupo de Meninos Aloprados, sem noção dos ritos da administração pública:

“Maninha, o motivo de ser hoje, é porque o seguinte…eu tô com uma solicitação do TCE…é…e do Ministério Público de Contas, que tão em cima, e me deram o prazo até hoje para eu entregar a cópia desse processo todinho aí, entendeste? E assim…a consequência disso é que eles tão ameaçando  suspender a secretária, os secretários e pegar o governador, entendeste? Por isso que eu tô aguentando…”

O fato é que ‘pegaram o governador’, seja pela omissão, seja pelo desconhecimento do que acontecia e ainda acontece  no  governo, seja porque  foi usado ou manipulado, seja porque em todo o episódio onde aparece como “chefe da organização criminosa” ele assume o pecado dos outros como sendo seu ou, como ele mesmo repete em suas redes sociais: ”EU fiz”… Governo mais transparente que esse nunca houve...


+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2020 Portal do Holanda.