Siga o Portal do Holanda

Vacinação

Veja os grupos que têm prioridade na vacinação contra H1N1 no Amazonas

Publicado

em

Foto: Reprodução

A Prefeitura de Manaus já está estruturada para dar início à vacinação dos grupos prioritários contra a Influenza A, com as 183 salas de vacina prontas e os servidores preparados para atender a demanda. No final desta quinta-feira, 14/3, o Ministério da Saúde informou que está enviando um milhão de doses da vacina trivalente para o estado do Amazonas, que deverão chegar até o próximo domingo, 17.

O anúncio foi feito pelos secretários de Saúde do município (Semsa), Marcelo Magaldi, e do estado (Susam), o vice-governador Carlos Almeida Filho, na sede do Governo do Estado, na Avenida Brasil, Compensa, zona Oeste.

“Já estamos com nosso planejamento definido, com nosso pessoal treinado. A partir da chegada das vacinas, colocaremos em ação nossa logística, que também está preparada para fazer a distribuição das doses para as 183 salas de vacina do município. No decorrer da semana, vamos anunciar a data de início da campanha e a de realização do ‘Dia D’. O prefeito Arthur Virgílio Neto está acompanhando todas as etapas, orientando para que a campanha de vacinação aconteça sem intercorrências”, assegurou o titular da Semsa.

O secretário de estado da Saúde, vice-governador Carlos Almeida Filho, destacou o esforço concentrado para antecipar a vacinação no Amazonas em razão do surto de síndromes gripais. “Desde o início estamos trabalhando junto com o município para anteciparmos a vacinação, para antecipar a vacinação e hoje recebemos a boa notícia, vinda do próprio presidente Jair Bolsonaro”, destacou Almeida.

Magaldi lembrou que a rede de frios da secretaria está equipada para receber as doses para imunizar as 455.083 pessoas dos grupos preconizados pelo Ministério da Saúde que são são as crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias; as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; indivíduos com 60 anos ou mais de idade; a população privada de liberdade; os funcionários do sistema prisional; professores da rede pública e privada.

Também integram os grupos a receberem a vacina as pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis; as portadoras de outras condições clínicas especiais como doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, imunossupressão, obesos, transplantados e portadores de trissomias (Síndrome de Down, Síndrome de Edward, Síndrome de Patau, Síndrome de Warkany).

Para receber a dose da vacina, é importante levar o Cartão de vacinação e um documento de identificação. Pessoas com doenças crônicas ou com outras condições clínicas especiais deverão apresentar, também, prescrição médica especificando o motivo da indicação da vacina. Pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS deverão se dirigir aos postos em que estão registrados para receberem a dose, sem necessidade de prescrição médica. Para os profissionais do público-prioritário, basta apresentar o contracheque ou crachá.

 

 

Transporte escolar na Seduc pode chegar a R$ 50 milhões com uma única empresa

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.